Conselho Espírita Municipal - CEM

Os Órgãos Unificadores têm atribuição de promover e sustentar estimulando, esclarecendo, cooperando e apoiando a unificação do Movimento Espírita. Esses órgãos existem em vários níveis: municipal, regional, estadual, nacional e internacional.

 

Quando em uma localidade existem duas ou mais instituições, pode-se criar uma Aliança Municipal Espírita (AME). Os Centros que a constituem, nela são representados através do Conselho Espírita Municipal (CEM).

 

As Alianças de determinada Região se unem formando o Conselho Regional Espírita (CRE). A AME de Juiz de Fora é a sede do 7°CRE, que reúne além de Juiz de Fora, as AMEs de Além Paraíba, Astolfo Dutra, Bicas, Cataguases, Leopoldina, Muriaé e Ubá.

 

Os CREs (atualmente 25) integram o Conselho Federativo Espírita de Minas Gerais (COFEMG), sediado na União Espírita Mineira (UEM), que é o Órgão Unificador Estadual.

 

Os Órgãos Unificadores Estaduais – Federativas Estaduais – e Instituições especializadas constituem o Conselho Federativo Nacional (CFN) da Federação Espírita Brasileira (FEB), Órgão Unificador em âmbito nacional.

 

Em nível internacional, o Órgão de Unificação é o Conselho Espírita Internacional (CEI).

 

Todas as Entidades Unificacionistas trabalham solidárias, sem prejuízo da autonomia das Constituintes e garantindo o intercâmbio fraterno, propiciador da união dos adeptos em torno do ideal e objetivos da Doutrina Espírita.

Sobre União e Unificação

O objetivo maior das Instituições espíritas é divulgar a Doutrina, ensejando aos interessados o conhecimento e a prática de seus postulados libertadores.

 

A unidade e a pureza doutrinárias, observados o tríplice aspecto e o caráter progressivo do espiritismo, serão mais facilmente resguardadas se o trabalho das Instituições se fizer de maneira unificada em torno do estudo e aplicação dos ensinamentos, formando-se o “feixe de varas” a que aludiu Kardec.

 

O alicerce da Unificação do Movimento Espírita faz-se, naturalmente, com a união dos adeptos, com base no estudo, no trabalho, na solidariedade, na tolerância e na fraternidade dinâmica.

 

Para reflexão, seguem algumas considerações sobre o tema:

  • “Espíritas! Amai-vos, eis o primeiro ensinamento; instruí-vos eis o segundo” – O Espírito da Verdade (ESE, VI: 5).

  • “Trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, a fim de que o Senhor, ao chegar, encontre acabada a obra...”- O Espírito da Verdade (ESE, XX: 5).

  • “A seara do bem que Jesus nos descortina se revela por trabalho árduo, com alicerce no espírito de equipe. Serviço de confraternização e apoio mútuo em que os tarefeiros, de corações interligados e mãos unidas, são convocados a duro labor começando no burilamento de si mesmo” Emmanuel (Educandário de Luz, Espíritos Diversos psicografia de Francisco Cândido Xavier, cap. 25).

  • “Ensinar, mas fazer; crer, mas estudar; aconselhar, mas exemplificar; reunir, mas alimentar” - Bezerra de Menezes / psicografia de Francisco Cândido Xavier ( Reformador. FEB, dez/1975).

DATAS PARA REUNIÕES DO CEM EM 2019

INÍCIO ÀS 8 HORAS

10 DE FEVEREIRO DE 2019

10 DE MARÇO DE 2019

14 DE ABRIL DE 2019

09 DE JUNHO DE 2019

11 DE AGOSTO DE 2019

06 DE OUTUBRO DE 2019

08 DE DEZEMBRO DE 2019

Rua Espírito Santo, 650, Centro - Juiz de Fora - MG - CEP: 36010-040

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram